Acessar o conteúdo principal
Chile

Chile inicia exumação de corpo de Pablo Neruda

Policiais e legistas chilenos acompanham início de exumação de Pablo Neruda.
Policiais e legistas chilenos acompanham início de exumação de Pablo Neruda. REUTERS/Communications Division of the judiciary/

Uma equipe de médicos legistas chilenos e estrangeiros vai começar a exumar nesta segunda-feira os restos mortais do poeta Pablo Neruda. O trabalho de escavação no local onde foi enterrado o corpo do poeta, 40 anos atrás, começou ontem com a presença de especialistas e da perícia.

Publicidade

Para afastar o olhar dos curiosos, os especialistas instalaram uma tenda na cripta onde Neruda foi enterrado ao lado de sua terceira e última esposa, Matilde Urrutia, no jardim da casa do poeta, na Ilha Negra, de frente para o Oceano Pacífico. A exumação do corpo é feita a pedido da justiça chilena.

O atestado de óbito oficial afirma que a causa da morte do poeta foi uma desnutrição aguda em decorrência do câncer.  No entanto familiares afirmam que o poeta foi vítima da ditadura de Augusto Pinochet  (1973-1990). A tese de assassinato foi levantada por pessoas próximas de Neruda e é confirmada por testemunhas e relatórios médicos.

Em dezembro, o Partido Comunista chileno entrou com um pedido na justiça para investigar a hipótese. Para Eduardo Contreras, advogado do Partido Comunista, "apesar do tempo e da proximidade com o mar, [a exumação] poderá determinar, com a ajuda das novas tecnologias, se há vestígios de substâncias nocivas, de toxinas e de bactérias" que comprovem uma intervenção mal-intencionada de alguém. Manuel Araya, assistente e motorista de Neruda na época, afirma que o poeta faleceu após receber uma injeção misteriosa na clínica onde foi internado em Santiago.

Prêmio Nobel de Literatura, Pablo Neruda morreu 12 dias após o golpe militar que derrubou Salvador Allende e instalou Pinochet no poder. Neruda se sentia ameaçado e queria deixar o país.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.