Acessar o conteúdo principal
França/ Meio ambiente

Franceses estão mais expostos a pesticidas do que outros países ricos

Cuidado com plantas em casa expõe franceses a pesticidas.
Cuidado com plantas em casa expõe franceses a pesticidas. flores.culturamix.com

Um estudo do Instituto Nacional de Monitoramento Sanitário da França mostrou que os franceses são mais expostos a inseticidas do que outros países desenvolvidos, como Alemanha ou Estados Unidos. A pesquisa avaliou o uso de inseticidas no cotidiano, seja para matar insetos ou fortalecer plantas em casa.

Publicidade

Baseado em dados recolhidos em 2007, através da concentração de pesticidas na urina de voluntários, o instituto indicou que os “metabólitos dos pesticidas piretrinoides [grupo de inseticidas mais comuns no uso doméstico] estão mais elevados na França do que o observado na Alemanha, no Canadá ou nos Estados Unidos”. Para o órgão, “o consumo de certos alimentos e a utilização doméstica de pesticidas, como tratamento contra pulgas ou para fortalecer plantas, influenciam consideravelmente as concentrações”.

O estudo, divulgado na segunda-feira, é apenas um aspecto de uma completa pesquisa sobre a nutrição e a saúde dos franceses, realizada em 400 pessoas entre 2006 e 2007. Foi testada a presença de três famílias de agrotóxicos – piretrinoides, organofósforos e organocloros – e de PCB-NDL, um produto cujo uso é proibido desde 1987.

Os organofósforos também têm a utilização regulamentada, embora estejam na composição de produtos contra ácaros e alguns insetos. O INVS destacou que a concentração deste composto nos humanos depende da condição física da pessoa – idade, peso e alimentação. Os habitantes de cidades próximas a vinhedos são os mais vulneráveis a este produto, tóxico para a saúde.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.