Acessar o conteúdo principal
França

Fotógrafo francês protesta contra censura no Facebook

Áudio 04:06
An illustration picture shows the log-on screen for the Website Facebook on an Ipad, in Bordeaux, Southwestern France, in this January 30, 2013
An illustration picture shows the log-on screen for the Website Facebook on an Ipad, in Bordeaux, Southwestern France, in this January 30, 2013 Reuters/路透社

A polêmica sobre uma nova decisão do Facebook de proibir a publicação de fotos de nudez, mesmo artísticas, voltou à tona nesta semana na França. No último dia 20 de maio, a rede social decidiu tirar do ar o evento "Jornada da Nudez no Facebook", iniciativa do fotógrafo francês Alain Bachelier, organizada justamente para protestar contra a censura no site. Cerca de 9 mil participantes decidiram se unir à causa, publicando em seus próprios perfis imagens diversas, que mostravam desde obras de arte até fotos de internautas nus, o que custou a alguns deles a suspensão de suas contas, como prevê os termos de utilização do Facebook.

Publicidade

O Facebook já tomou decisões parecidas no passado, que tiveram grande repercussão na imprensa. Em março, por exemplo, o grupo suspendeu a conta do museu Jeu de Paume, em Paris, que havia publicado uma imagem da fotógrafa Laure Albin Guillot para anunciar a exposição dedicada à artista.

Em fevereiro, um artista dinamarquês, que também havia escolhido como foto para seu perfil o quadro "L'Origine du Monde" (A Origem do Mundo), de Gustave Coubert, que representa o órgão sexual feminino, também teve sua conta interditada.

Em entrevista à RFI, o porta-voz do Facebook na França explicou que algumas regras de segurança precisam ser aplicadas para que o os usuários da rede, que hoje conta com mais de 1,1 bilhão de internautas, se sintam "à vontade." Para criar um ambiente sadio na rede, declarou, é necessário achar um meio termo entre a liberdade de expressão e a proteção dos usuários, que definem eles mesmos os conteúdos considerados impróprios.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.