Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Grã-Bretanha espionou líderes estrangeiros durante reuniões no país

Áudio 04:18
O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, chega em Belfast para  participar de mais uma reunião do G8 mais a Rússia, realizada na Irlanda do Norte.
O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, chega em Belfast para participar de mais uma reunião do G8 mais a Rússia, realizada na Irlanda do Norte. REUTERS/Suzanne Plunkett

A reunião de cúpula do G8 , o grupo dos sete países mais industrializados do mundo além da Rússia, começa nesta segunda-feira na Irlanda do Norte com um grande constrangimento para o anfitrião, o Reino Unido. O jornal inglês The Guardian revelou que o governo britânico espionou computadores e celulares de líderes estrangeiros durante vários encontros realizados no país nos últimos anos. O correspondente em Londres, Ulisses Neto, explica que o serviço de inteligência britânico encarregado da segurança e da espionagem do país nas comunicações, interceptou as mensagens de líderes e diplomatas que estiveram no país nas reuniões do G20 em Londres no ano de 2009. Basicamente, o órgão interceptou ligações telefônicas, emails e dados das delegações que participaram dos encontros. Também foram montados cyber cafés grampeados para que os espiões pudessem ter acesso a dados confidenciais dos diplomatas estrangeiros, ainda de acordo com a reportagem do diário londrino. 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.