Acessar o conteúdo principal

Assembleia francesa inicia debate sobre lei que limita aumento de aluguéis

O Ministério da Habitação propoem uma lei que regula um limite para o aumento dos aluguéis.
O Ministério da Habitação propoem uma lei que regula um limite para o aumento dos aluguéis. RFI / Christophe Carmarans

A imprensa francesa desta terça-feira traz em suas manchetes críticas ao presidente francês por defender mais os empresários que as famílias, as estatísticas crescentes da criminalidade na França e também o início dos debates sobre uma lei para limitar o aumento dos aluguéis no país.

Publicidade

O Libération estampa uma foto do socialista François Hollande e afirma em sua manchete que ele é o "presidente dos empresários". O jornal traz uma lista de medidas que favoreceram as empresas em detrimento das famílias. Entre elas, o pacto da competitividade, benefícios fiscais e até a reforma das aposentadorias. Pouco a pouco, o chefe de estado adotou uma política globalmente injusta e bem distante de seu programa de governo. Em editorial, Libération diz que pouco importa chamá-lo de social-democrata ou socialista-liberal. Certo mesmo é que François Hollande está se distanciando da postura de esquerda que o levou ao Palácio do Eliseu.

Segurança

O conservador Le Figaro traz em sua manchete os números que revelam um aumento generalizado da criminalidade na França. O jornal lembra que o ministério criou um novo sistema para avaliar os problemas relacionados à segurança mas o resultado revela que as estatísticas só aumentam. Le Figaro afirma que todos os indicadores estão no vermelho, desde a agressão às pessoas físicas, até os crimes financeiros e roubos. O jornal não entende como diante de tais dados o ministro do Interior, Manuel Valls, continue tão popular.

Aluguéis

Dois jornais franceses dedicam sua reportagem principal ao início do debate na Assembleia Francesa da proposta do Ministério da Habitação para criar uma lei fixando um limite para o aumento dos aluguéis.

O Aujourd'hui en France informa que os deputados começam hoje a analisar um projeto de lei que cumpre uma das promessas de campanha de François Hollande. A ideia, afirma o jornal, é impedir o aumento dos aluguéis em cidades onde os valores são altos demais, como em Paris, por exemplo. Desde que foi lançado, o plano recebe críticas por todos os lados, inclusive dos proprietários. Porquê investir em imóveis se os direitos serão limitados?, dizem eles. Se for aprovada, a lei já será aplicada a partir de junho do ano que vem.

O católico La Croix fez uma reportagem para entender porque o problema de alojamento é tão crítico no país. O projeto de lei examinado na Assembleia também prevê a construção de 500 mil novas moradias por ano até o final do mandato de François Hollande, em 2017. Mas, diante do atraso já acumulado, os especialistas ouvidos pelo La Croix duvidam que essa promessa será cumprida.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.