Acessar o conteúdo principal
Ecologia/Carros elétricos

Carros elétricos não são garantia contra aquecimento global

Carros elétricos podem produzir tanto CO² quanto carros comuns
Carros elétricos podem produzir tanto CO² quanto carros comuns DR

Os veículo elétricos nem sempre são a melhor saída contra o aquecimento global. Essa é a constatação de um estudo publicado nesta quarta-feira, 4 de dezembro, dirigido pela Ademe, a principal agência ambiental francesa. De acordo com a pesquisa, os bons resultados dependem da origem da eletricidade usada e da fabricação dos componentes.

Publicidade

Na França, por exemplo, o carro elétrico apresenta uma vantagem contra o aquecimento climático a partir de 50 mil km rodados. Sua fabricação emite mais CO² do que a de automóveis comuns, principalmente por causa da extração dos metais que compõem sua bateria, mas depois compensa com o uso de uma eletricidade de origem nuclear.

A energia atômica praticamente não emite gases responsáveis pelo efeito estufa, apesar de produzir resíduos radioativos. Para um ciclo de vida de 150 mil km, um carro elétrico francês emite cerca de dez toneladas de CO², contra as 22 toneladas de um carro à gasolina, de acordo com o estudo.

Mas na Alemanha, onde 44% da energia vem do carvão, o cenário muda. Lá, a emissão de CO² do veículo elétrico é maior até os 100 mil km rodados, equivalente até os 150 mil km, para só então ser levemente menos poluente, com um total de 21 toneladas emitidas. "Entretanto, o carro elétrico continua sendo uma boa arma para limitar a poluição local", especialmente a das grandes cidades, afirma Maxime Pasquier, um dos responsáveis pelo estudo. A escolha também é vantajosa para sair da dependência dos recursos fósseis.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.