Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Terra Santa recebe número recorde de turistas neste Natal de 2013

Áudio 03:51
Turistas acendem velas em frente à Igreja da Natividade em Belém, neste 23 de dezembro de 2013.
Turistas acendem velas em frente à Igreja da Natividade em Belém, neste 23 de dezembro de 2013. REUTERS/Ammar Awad

Milhares de peregrinos cristãos já estão em Belém, na Cisjordânia, para celebrar o nascimento de Jesus. O clima de relativa segurança no conflito entre israelenses e palestinos atraiu, nesta véspera de Natal, um número recorde de turistas aos locais mais sagrados para os cristãos na Terra Santa.A correspondente em Israel, Daniela Kresch, observa que o Natal está animado este ano e um dos motivos é o anúncio da visita do Papa Francisco a Israel e aos territórios palestinos em 2014, que emocionou líderes cristãos locais e políticos de todos as correntes.Daniela lembra que mais de 1 milhão e 600 mil turistas visitaram a cidade em 2013 e dezenas de milhares chegaram especificamente para comemorar o Natal. "Para se ter uma ideia, há dez anos, no auge da segunda intifada – a revolta palestina contra Israel – o número de visitantes em Belém não chegou nem a 50 mil.Hoje, Belém tem 3.700 quartos de hotel para turistas, mas a prefeita, Vera Baboun, quer adicionar mais 300", diz a jornalista, lembrando que o comércio e os restaurantes comemoram o número de visitantes, apesar de líderes da cidade considerarem que é possível melhorar ainda mais a visitação, que seria limitada pela ocupação israelense de territórios palestinos, principalmente pela existência de postos de controle nas entradas da cidade e do chamado “Muro de Segurança” construído por Israel envolvendo parte de Belém.Daniela Kresch também informa que os preparativos para a Missa do Galo na Igreja da Natividade, em Belém, estão a todo o vapor."Espera-se que a igreja, construída há 1.600 anos e que está sendo restaurada, fique lotada e conte com a presença dos principais líderes cristãos da Terra Santa, além de políticos como o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e a chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton.Clique acima para ouvir o programa completo.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.