Acessar o conteúdo principal
Meio Ambiente

Copa do Brasil pode ter maior emissão de CO2 da história

Áudio 07:01
Emissão de gases do efeito estufa durante a Copa pode piorar a já baixa qualidade do ar em cidades como São Paulo (foto)
Emissão de gases do efeito estufa durante a Copa pode piorar a já baixa qualidade do ar em cidades como São Paulo (foto) FLICKR/Rafael Steil

A Copa do Mundo do Brasil em 2014 poderá ter o maior volume de emissões de gases do efeito estufa entre todos os mundiais já realizados. De acordo com previsão feita pela consultoria Personal CO2Zero, apenas durante o evento, mais de 3 milhões de toneladas de CO2 serão lançadas na atomosfera. Se contarmos o período de preparação dos jogos, com todas as obras e deslocamento de pessoas e material, esse volume deve ultrapassar os 11 milhões de toneladas.

Publicidade

O número parece impressionante por si só, mas fica ainda mais se colocado em comparação com a Copa da África do Sul, em 2010, quando foram emitidas 896 mil toneladas. Ou ainda pior, da Alemanha, em 2006, que contabilizou 92 mil toneladas de gases poluentes e tornou-se a primeira Copa "carbono neutro" da história, ao compensar todas as emissões.

De acordo com Daniel Machado, responsável pelo estudo, os maiores vilões por trás da estatística brasileira são o território continental do Brasil e a estrutura precária de transportes fluviais e ferroviários. Assim, o deslocamento entre as 12 cidades-sede sobrecarrega o transporte aéreo.

"Os aviões são responsáveis por 60% das emissões, só considerando o período do mundial", observa Machado, antes de acrescentar que mesmo levando em conta o período preparatório, ele ainda é responsável por mais de 40% das emissões.

Machado defende uma substituição da alimentação das aeronaves pelo biodiesel, que poderia reduzir em até 30% a poluição causada pelos aviões. Para ouvir a entrevista completa, clique no link acima.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.