Acessar o conteúdo principal
Paris/Turismo

"Cadeados do amor" derrubam grades da Ponte das Artes em Paris

Cadeados do amor na Ponte das Artes, em Paris.
Cadeados do amor na Ponte das Artes, em Paris. Patricia Moribe

Duas grades de 1,50m de largura não resistiram ao peso dos “cadeados do amor” presos na sua estrutura e cederam ontem à noite. As grades não caíram sobre os barcos que passam pelo rio Sena, mas sim, em uma área destinada aos pedestres.

Publicidade

Ninguém ficou ferido. Apesar de o acidente não ter sido de grandes proporções, a prefeitura da capital francesa está preocupada. A Ponte das Artes (Pont des Arts, no original em francês), que na verdade é uma passarela localizada perto do Museu do Louvre é considerada uma das pontes mais românticas de Paris, atraindo apaixonados do mundo inteiro que penduram cadeados como prova de amor.

Mas o peso extra dos milhares de cadeados no parapeito da ponte compromete a estrutura. Com frequência, as autoridades tentam retirar os objetos da ponte, mas a operação não tem sido eficaz.

Segundo a prefeitura, as autoridades estão estudando uma alternativa "artística, ecológica e solidária". No programa de governo, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, afirma que é preciso tratar com seriedade o “fenômeno dos cadeados do amor”. O objetivo é encontrar uma solução que mantenha o romantismo, mas que não comprometa o patrimônio da cidade.

Depois da queda das grades, a ponte foi reaberta ao público ainda no domingo (8) à noite. Provisoriamente, duas tábuas de madeira substituem a estrutura de metal.

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.