Acessar o conteúdo principal
África/Ebola

Líderes africanos fazem reunião de emergência sobre epidemia do Ebola

Un membre de l'association caritative chrétienne Samaritan's Purse forme une équipe à lutter contre le virus Ebola au Libéria
Un membre de l'association caritative chrétienne Samaritan's Purse forme une équipe à lutter contre le virus Ebola au Libéria REUTERS/Samaritan's Purse

Os líderes Costa do Marfim, Serra Leoa, Libéria e Guiné fazem uma reunião de emergência, nesta sexta-feira (31), em Conacri, capital da Guiné, para discutir uma estratégia de controle da epidemia do vírus Ebola.  

Publicidade

Desses quatro países, só a Costa do Marfim escapa por enquanto da doença, que já matou 729 pessoas, e se propaga rapidamente pelo oeste da África.

O alto índice de mortalidade do vírus, para o qual não existe vacina, leva países e empresas a adotarem medidas de prevenção. Hoje, o Líbano anunciou que suspendeu a concessão de vistos de trabalho para cidadãos originários da Libéria, Guiné e Serra Leoa, os países mais afetados.

Emirates suspende voos para a Guiné

A companhia aérea Emirates vai suspender seus voos para a Guiné, seguindo o exemplo das companhias africanas Arik e Asky que pararam de voar para a Libéria e Serra Leoa.

Especialistas estimam que o risco de outros continentes importarem a epidemia de Ebola é pequeno, mas na África, a febre hemorrágica pode provocar milhares de mortos. A OMS desbloqueou 100 milhões de dólares, em um plano de emergência, para combater a doença.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.