Acessar o conteúdo principal
Economia/Brasil

Cutrale e Safra podem comprar americana Chiquita Bananas

O mercado mundial da banana é controlado em 80% por 4 multinacionais: Chiquita, Fresh Del Monte, Dole Food e Fyffes.
O mercado mundial da banana é controlado em 80% por 4 multinacionais: Chiquita, Fresh Del Monte, Dole Food e Fyffes. Reuters/files

O setor do agronegócio brasileiro acordou em polvorosa na manhã desta terça-feira (12). Ontem, a empresa exportadora de sucos de laranja brasileira Cutrale e o Grupo Safra anunciaram a intenção de comprar a produtora americana de bananas Chiquita Brands International.

Publicidade

O comunicado conjunto informa que a oferta é de US$ 611 milhões (o equivalente a R$ 1,391 bilhão). A fabricante de sucos Cutrale, fundada pelo empresário brasileiro José Luis Cutrale, e o fundo de investimentos Safra, criado por Joseph Safra, propuseram aos acionistas da Chiquita Brands US$ 13 (equivalente a R$ 29) por ação, em dinheiro.

A oferta, feita em uma carta dirigida aos diretores da Chiquita Bananas, ameaça a fusão em andamento entre a produtora de bananas e a empresa irlandesa Fyffes.

Chiquita Bananas é líder mundial na venda e distribuição de produtos frescos, incluindo bananas e saladas embaladas. Já a Fyffes é uma das maiores distribuidoras de produtos tropicais na Europa. A proposta brasileira, diz o comunicado, oferece uma alternativa interessante à fusão e a possibilidade de um aporte financeiro "significativo".

A Cutrale é uma empresa líder no setor de suco de laranja e o Grupo Safra conta com bancos e investimentos nas Américas do Sul e do Norte, no Oriente Médio e na Ásia. Já Chiquita enfrenta dificuldades e atravessa dois anos consecutivos de prejuízos milionários.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.