Acessar o conteúdo principal

Franceses esperam até 1 ano para consultar oftalmologista

Obter uma receita de óculos tornou-se um problema na França.
Obter uma receita de óculos tornou-se um problema na França. Getty Images/Kertlis

A Jornada Mundial da Visão, que começa na quinta-feira (9) e vai durar uma semana, foi a ocasião para o jornal francês Aujourd'hui en France revelar as dificuldades para os franceses conseguirem uma consulta com um oftalmologista no país.

Publicidade

Segundo dados do Sindicato Nacional dos Oftalmologistas da França (SNOF), um paciente deve esperar, em média, 108 dias para uma consulta com um oftalmologista. No interior do país, a espera pode chegar a 200 dias e, segundo o presidente do sindicato, Thierry Bour, o recorde é de 368 dias, ou seja, mais de um ano.

Entre os motivos apontados pelo presidente do SNOF estão o envelhecimento da população, que provoca uma alta da demanda, e o atraso do governo em "acordar" para esse fenômeno. Em cursos de medicina, também não houve aumento da oferta de vagas na especialidade de oftalmologia. Segundo Bour, apenas a metade dos oculistas que se aposentam são substituídos. O problema maior, de acordo com o presidente do sindicato, está nas pequenas e médias cidades do interior.

Aujourd'hui en France ouviu uma aposentada de 67 anos que precisa viajar 250 quilômetros e vir a Paris para ver um oftalmologista. A situação ficou dramática desde que seu oculista se aposentou. "É melhor do que esperar seis meses na minha cidade", disse Annick em entrevista ao jornal.

Aujourd'hui en France resumiu a situação em sua manchete: "A espera por um oftalmologista se tornou insuportável."
Durante a Jornada Mundial da Visão, a população poderá ter uma consulta de graça. Segundo o jornal, os franceses não podem perder essa oportunidade, se não quiserem perder muito tempo na fila de espera por uma outra consulta.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.