Acessar o conteúdo principal
Imprensa Francesa

Jornais destacam histórica façanha espacial europeia

Capa dos jornais Libération, Aujourd'hui en France e Le Figaro desta quarta-feira, 12 de novembro de 2014.
Capa dos jornais Libération, Aujourd'hui en France e Le Figaro desta quarta-feira, 12 de novembro de 2014.

A conquista do espaço e uma façanha tecnológica europeia estão estampados na primeira página dos jornais franceses desta quarta-feira (12). Todos publicam a foto da sonda espacial Rosetta, lançada há dez anos e que hoje enviou um pequeno robô para um cometa a 500 milhões de quilômetros da Terra.

Publicidade

A façanha tecnológica inédita impressiona e orgulha a imprensa francesa. Libération utiliza referências cinematográficas e de ficção científica para explicar essa missão inédita, 100% europeia.

“Nasce uma estrela” é a manchete do jornal progressista. Libération explica que esta será a primeira vez, desde o lançamento do primeiro satélite artificial, o Spoutnik, em 1957, que um robô construído pelo homem vai tentar pousar num cometa. Se a manobra der certo, ela poderá desvendar os segredos da origem da Terra e do aparecimento da vida.

A sonda europeia Rosetta foi lançada em 2004, e percorreu quase 7 bilhões de quilômetros até conseguir entrar na órbita do pequeno cometa 67P. Nesta quarta-feira, ela lança o pequeno robô Philae com a missão de analisar o solo do cometa. A manobra é arriscada, tem apenas 50% de chances de dar certo, mas a missão de Rosetta já é um sucesso na política espacial europeia, comemora o jornal.

Europa conquista um cometa

Para Le Figaro, a “Europa tenta pousar num cometa”. O jornal conservador explica cada passo da manobra. As 10h03 minutos, pelo horário de Paris (7h03 em Brasília), Rosetta lançou o robô Philae que, se tudo der certo, deve pousar no solo do cometa sete horas depois. Se isso acontecer, teremos acesso a moléculas de 4,5 bilhões de anos, diz o francês Jean-Pierre Bibring, responsável pelo robô Philae, entrevistado pelo jornal.

Le Figaro também dá outros detalhes da missão que custou € 1,4 bilhão. Quinhentos cientistas europeus estão envolvidos, sendo 150 franceses.

Encontro histórico no espaço

Além de citar as informações sobre a missão de Rosetta hoje, Aujourd'hui en France relembra todas as datas importantes da conquista espacial: o lançamento do Spoutnik, em 1957; Youri Gagarine, o primeiro homem no espaço em 1963, a chegada do homem à Lua, em 69, e as várias sondas enviadas a planetas do sistema solar. Os cientistas entrevistados pelo jornal estão orgulhosos, mas apreensivos com o risco de fracasso. O tabloide informa aos interessados que a façanha pode ser seguida ao vivo pela internet. Um dos sites sugeridos é o criado especialmente para a ocasião pela Agência Espacial Europeia: new.livestream.com/ESA/cometlanding.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.