Acessar o conteúdo principal

Semana tem cinema ao ar livre em Londres e óperas em um castelo finlandês

Áudio 10:27
O Festival de Ópera de Savonlinna acontece em cenário mágico
O Festival de Ópera de Savonlinna acontece em cenário mágico Wikipedia

Uma grande retrospectiva do mestre Leonardo da Vinci em Milão, sessões de cinema ao ar livre em Londres e um festival de ópera em um local histórico e paradisíaco na Finlândia. Essas são as três sugestões culturais do Agenda Europa desta semana.

Publicidade

Da Vinci em Milão

"La Belle Ferronnière", de Da Vinci
"La Belle Ferronnière", de Da Vinci Wikipedia

No ano da Exposição Universal, a cidade de Milão acolhe também a maior exposição dedicada ao mestre florentino Leonardo da Vinci já realizada na Itália. A mostra, em cartaz no Palazzo Reale até o próximo dia 19, destaca a habilidade do artista de combinar ideias científicas com talento criativo e arte.

Dividida em 12 partes, a exposição apresenta pinturas, desenhos, manuscritos e modelos de suas invenções, emprestados de museus importantes como o British Museum, a Galleria degli Uffizi, em Florença e o Metropolitan de Nova York. O Museu do Louvre de Paris permitiu que três obras-primas de Da Vinci viajassem até Milão: "São João Batista", "A Anunciação" e "La Belle Ferronnière", que acaba de ser restaurada.

Já a Biblioteca Ambrosiana, de Milão, contribuiu com mais de 30 desenhos da série Codex Atlanticus. Pode ser visto "O Homem Vitruviano", um dos maios famosos desenhos do mundo, realizado em 1490. Ele mostra a correlação entre as proporções do ser humano ideal e a geometria. O desenho fica guardado a sete chaves na Galleria dell’Accademia, em Veneza, e apenas ocasionalmente é mostrado ao público.

O crítico de arte Ricardo Fernandes, que tem uma galeria em Paris, falou da importância da exposição. "Observamos um diálogo entre técnica e arte que vem de um histórico de um artista que influenciou o mundo inteiro do século 15 aos dias de hoje. Não só temos a apresentação das obras de arte, mas a gente tem toda a apresentação daquele que foi considerado um dos maiores cientistas de todos os tempos, que é Leonardo da Vinci."

Cinema ao ar livre em Londres

E com as temperaturas agradáveis do verão, Londres já iniciou a temporada de cinema ao ar livre. Há

Cinema ao ar livre em Camden Lock
Cinema ao ar livre em Camden Lock Wikipedia

diversas opções pela cidade, como o projeto Luna Cinema, com projeções em áreas verdes, como o Kensington Palace, o Open Air Theatre do Regent's Park e o Kew Gardens. Os filmes, clássicos dos anos 1980, começam na hora do pôr-do-sol, e a ideia é levar a cestinha de piquenique recheada.

Outra iniciativa é o Backyard Cinema, ou seja, Cinema de Quintal, batizada assim porque tudo começou com amigos assistindo filmes projetados em um lençol em um quintal. Hoje em dia está tudo mais organizado: são 200 cadeiras de praia, pufes gigantes para duas pessoas e hambúrgueres chiques. Tudo em frente ao mercado Camden Lock, no bairro alternativo de mesmo nome, sob as estrelas. No cardápio cinematográfico, clássicos pop como "Grease" e "As Patricinhas de Beverly Hills".

Ópera em um castelo medieval

Assistir a óperas consagradas com grandes nomes do bel canto em um cenário paradisíaco. Essa é a ideia por trás do festival Savonlinna, que acontece até o dia 2 de agosto na cidade finlandesa de mesmo nome. O palco das apresentações é o castelo medieval de Santo Olavo, construído em 1475 em uma ilha no lago Saimaa.

A criação do festival, há mais de 100 anos, estava fortemente vinculada à nascente identidade finlandesa e à luta pela independência da Rússia no início do século 20. Por trás da empreitada estava a mundialmente famosa soprano Aino Ackté, também uma ardente patriota.

Este ano a programação traz a opereta "A Viúva Alegre", do compositor Franz Lehár, em uma montagem da companhia vienense Volksoper Wien, e a "As Bodas de Figaro", de Mozart, pelo elenco alemão da Semperoper de Dresden. Destaque para o renomado baixo finlandês Matti Salminen no papel título da ópera Boris Godunov, do compositor russo Modeste Moussorgski. Os clássicos italianos também estão presentes com montagens de "Tosca", de Puccini, e "La Traviata", de Verdi.

Assista abaixo a um trecho da montagem de "A Viúva Alegre" da Volksoper Wien:

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.