Acessar o conteúdo principal

Jornais franceses destacam descoberta de exoplaneta semelhante à Terra

Imagem do exoplaneta Kepler-452b fornecida pela Nasa
Imagem do exoplaneta Kepler-452b fornecida pela Nasa REUTERS/NASA/Ames/JPL-Caltech/T. Pyle

Os jornais Libération e Aujourd'hui en France destacaram neste sábado (25) em suas edições a descoberta do exoplaneta Kepler-452b, que se assemelha muito à Terra e que fascina porque poderia abrigar alguma forma de vida. 

Publicidade

O Aujourd'hui en France explica que um exoplaneta chama-se assim porque se encontra fora do nosso sistema solar e gira ao redor de outra estrela. Localizado a 1.400 anos-luz da Terra, o Kepler-452b está em uma zona habitável, ou seja, a distância que o separa da sua estrela permite que a água, caso exista na superfície, esteja em estado líquido, uma das condições indispensáveis à vida.

O astrofísico Stephen Hawking declarou que não há questão mais importante atualmente que a possível existência de vida fora da Terra e que este é o momento de encontrar uma resposta. O presidente da Associação Francesa de Astronomia, Olivier Las Vergnas, disse que duvidava da existência de exoplanetas semelhantes à Terra, mas, com a descoberta, afirmou ter certeza de que serão encontrados dezenas ou centenas de outros do mesmo tipo.

Vincent Coudé du Foresto, astrônomo do Laboratório de Estudos Espaciais e de Instrumentação em Astrofísica de Paris, aposta nos novos instrumentos que serão lançados nos próximos anos, como Plato e Tess, para precisar as informações sobre o Kepler-452b.

Curiosidade do público

O Libération considera a descoberta como um avanço nas pesquisas espaciais. Mas diz que algumas características ainda são incertas para considerar o exoplaneta uma "sósia" da Terra, como a presença de uma atmosfera e uma superfície rochosa.

A publicação afirma, porém, que mesmo sem esses dados, a existência do Kepler-452b alimenta a esperança dos cientistas e a curiosidade do público.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.