Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Alemanha teme que crise na Volks contamine indústria nacional

Áudio 04:22
TDI diesel Volkswagen para motores de carros Audi, Seat e Skoda.
TDI diesel Volkswagen para motores de carros Audi, Seat e Skoda. REUTERS/Dado Ruvic

A Volkswagen enfrenta a maior crise de sua história, depois da deflagração do escândalo da manipulação das emissões de gases poluentes. Onze milhões de carros da companhia e de suas subsidiárias estavam equipados com um software que detectava a fiscalização e reduzia as emissões temporariamente. A fraude pode custar US$ 18 bilhões em multas apenas nos Estados Unidos, onde o caso veio à tona.

Publicidade

Nesta quarta-feira (30) , o conselho administrativo da empresa discute os resultados de uma investigação interna sobre o caso. O correspondente da RFI Brasil na Alemanha, Marcio Damasceno, explica que, neste momento, o temor é que o caso Volks provoque um efeito dominó na economia alemã.

"A Volkswagen é a maior montadora alemã e também a maior da Europa. A empresa não só sustenta seus milhares de funcionários, como também diversas firmas fornecedoras e prestadoras de serviço. Uma queda do faturamento da Volkswagen, uma queda de vendas nos Estados Unidos, podem repercutir em várias outras empresas e pode não só ocasionar desemprego na montadora como nas outras companhias que dependem dela", afirma o correspondente.

Setor chave

Além disso, deve-se levar me conta que o setor automobilístico é vital para a economia do país: "A indústria automobilistica emprega, ao todo, quase 800 mil pessoas na Alemanha e especialistas afirmam que a cada um desses postos de trabalho a industria automobilistica correspondem mais quatro outros por parte de fornecedores", explica Damasceno.

Ele acrescenta que "os alemães também se preocupam com a imagem da indústria do país como um todo. Isso porque os alemães sempre foram vistos no exterior como um povo inovador, trabalhador e honesto. Essa honestidade agora sofreu um arranhão considerado bastante sério".

Para ouvir a íntegra do programa Linha Direta com o correspondente da RFI na Alemanha, Marcio Damasceno, clique no link acima.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.