Acessar o conteúdo principal
China/Estados Unidos

Pequim pede respeito de Washington em disputa territorial no mar da China

Momento de cortesia entre o ministro chinês das Relações Exteriores, Yang Jiechi, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton.
Momento de cortesia entre o ministro chinês das Relações Exteriores, Yang Jiechi, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton. Reuters

A China pediu hoje aos Estados Unidos que respeitam a sua "integridade territorial", em referência à tensão que vem aumentando nos últimos meses nas águas disputadas do mar da China meridional.

Publicidade

O pedido, segundo autoridades chinesas, foi feito pelo ministro das Relações Exteriores chinês à secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, com quem se encontrou hoje.

Pequim considera o mar da China meridional como parte integrante de seu território, uma reivindicação que não é aceita por outros países da região. O Vietnã, por exemplo, quer a posse dos arquipélagos de Paracels e de Spratleys, que podem conter importantes reservas de petróleo e se encontram em uma rota marítima internacional. As ilhas Spratleys também são reivindicadas, em parte ou totalmente, por Filipinas, Brunei, Malásia e Taiwan. Os Estados Unidos apoiam a vontade desses países de resolver o conflito territorial num fórum multilateral, mas a China rejeita essa proposta.

Hillary foi convidada a participar de uma reunião de países asiáticos, em Bali, na Indonésia. Nesta cúpula da Asean, encontraram-se hoje, pela primeira vez desde dezembro de 2008, representantes da Coreia do Sul e da Coreia do Norte. Os Estados Unidos têm pressionado para que os dois países retomem o diálogo. De acordo com a imprensa sul-coreana, este encontro preliminar poderia resultar em um diálogo ministerial entre os dois países amanhã.
 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.