Acessar o conteúdo principal
Coreias/Ajuda

Coreia do Sul oferece ajuda humanitária para a vizinha Coreia do Norte

Garoto norte-coreano observa casa destruída pelo tufão que devastou o a zona rural do país, na última terça-feira
Garoto norte-coreano observa casa destruída pelo tufão que devastou o a zona rural do país, na última terça-feira REUTERS/Mission East/Handout/Files

Pela primeira vez em dois anos, a Coreia do Sul ofereceu nesta sexta-feira à Coreia do Norte uma ajuda humanitária de emergência para socorrer as vítimas das graves inundações que assolam o país comunista. Apesar da tensão entre os dois Estados, organizações não-governamentais baseadas na Coreia do Sul enviam periodicamente ajuda alimentar ou material à Coreia do Norte, que sofre com uma falta crônica de alimentos.Mas o estado sul coreano não libera recursos para o vizinho do norte desde 2010.

Publicidade

Pyongyang ainda não respondeu à oferta de Seul. De acordo com a agência de noticias oficial do regime comunista, as inundações de junho e julho deixaram 569 mortos e desaparecidos e devastaram mais de 65 mil hectares de terras cultivadas. Na última terça-feira, um tufão matou 48 pessoas e danificou 50 mil hectares de plantações.

As tensões entre os dois Estados aumentaram desde o bombardeio de uma ilha sul-coreana pela artilharia norte-coreana perto da fronteira marítima entre os dois países, em 2010, e foram renovadas pelo lançamento de um míssil norte-coreano em abril, muito criticado pelos Estados Unidos e seus aliados.

A Organização das Nações Unidas estimou em novembro de 2011 que , pelo menos, três milhéoes de norte-coreanos precisariam de uma ajuda alimentar urgente. O país tem uma população de 24 milhéoes de pessoas. Teoricamente as duas Coreias ainda estão em guerra, já que nunca assinaram um tratado de paz apos o final da guerra, em 1953.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.