Acessar o conteúdo principal
África saheliana

Conflito no Darfur leva 74 mil a fugir para o Sudão

Criança exibe traços dos combates em vilarejo evacuado na região do Darfur.
Criança exibe traços dos combates em vilarejo evacuado na região do Darfur. AFP PHOTO / HO/ UNAMID / Albert Gonzalez Farran

De acordo com a ONU e o governo do Chade, 50 mil se refugiaram no país nas últimas semanas fugindo dos combates entre o Exército e rebeldes na região do Darfur, no vizinho Sudão. A porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), Melissa Fleming, afirmou hoje em Genebra que os enfrentamentos estão cada vez mais violentos e vilarejos inteiros foram destruídos.

Publicidade

Em dois meses de conflito, 74 mil sudaneses fugiram do país. Segundo a porta-voz do Acnur, os refugiados chegam ao Chade feridos e contam que tiveram suas casas destruídas. Fleming disse que a situação é preocupante porque a região não dispõe de infraestrutura médica e hospitalar.

O conflito armado no Darfur, iniciado em 2003, opõe de um lado rebeldes que protestam contra a marginalização política e econômica da população negra, em maioria na região, e o poder central sudanês, que é dominado por árabes.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.