Acessar o conteúdo principal
Bangladesh

Bangladesh termina as buscas em escombros de prédio amanhã

O exército do Bangladesh anunciou que encerrará as buscas nos escombros do prédio de nove andares.
O exército do Bangladesh anunciou que encerrará as buscas nos escombros do prédio de nove andares. REUTERS/Andrew Biraj

O exército de Bangladesh anunciou hoje que terminará nesta terça-feira as buscas por corpos nos escombros do prédio que desmoronou em Dacca no dia 24 de abril passado e deixou 1.127 mortos. Segundo os bombeiros, não existem mais corpos no local.

Publicidade

“As operações de busca estão praticamente terminadas. Vamos passar a administração do local para as autoridades distritais e vamos deixar a nossa base aqui amanhã”, disse o general Siddiqul Alam, responsóvel pelas operações de resgate. “Acreditamos que não há mais corpos [nos escombros] », acrescentou.

Mais de 3.500 pessoas trabalhavam no imóvel que abrigava confecções de marcas de roupas como a britânica Primark (Associated British Foods) e a espanhola Mango. Na hora do acidente, porém, não se sabe ao certo o número de trabalhadores no local. Mais de 2.500 pessoas foram retiradas com vida. A última sobrevivente foi Reshma Islam, de 18 anos, que foi resgatada na sexta-feira passada. Ela passou 17 dias em um buraco sob uma pilastra.

A investigação preliminar revela que vibrações provocadas por um gerador de eletricidade pode ter sido a causa do desabamento. Trabalhadores também relataram grandes rachaduras no prédio que teria recebido, recentemente, o acréscimo de quatro andares.

Bangladesh é o segundo maior exportador têxtil do mundo, atrás somente da China. O setor emprega mais de 40% da força de trabalho no país e representa 80% de suas exportações. As condições das confecções, porém, se assemelham ao « trabalho escravo », como afirmou o papa Francisco.

Preocupados com a imagem do segmento no exterior, autoridades do governo declararam ontem que vão estudar medidas para aumentar o salário da categoria e criar um piso mínimo. Atualmente, a remuneração média mensal não ultrapassa 30 euros (R$ 78).

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.