Acessar o conteúdo principal
Nobel/Química

Nobel de Química premia modelos de processos químicos em softwares

Martin Karplus um dos ganhadores do prêmio Nobel de Química.
Martin Karplus um dos ganhadores do prêmio Nobel de Química. REUTERS/Dominick Reuter

Os cientistas americanos Martin Karplus, Michael Levitt e Arieh Warshel foram os laureados do prêmio Nobel de Química de 2013,  pela elaboração da  teoria de modelização informática das reações químicas, indicou o comitê em um comunicado.

Publicidade

A descoberta dos três pesquisadores abriu novos horizontes no estudo dos processos químicos em softwares. As aplicações, segundo o comunicado do comitê, são ilimitadas, e beneficia cientistas, engenheiros e diversos setores da indústria.

Os modelos criados pelos pesquisadores, afirma o comunicado, são cruciais para os avanços da Química. "Hoje os computadores são tão importantes para os químicos quanto uma proveta.

"O conhecimento detalhado dos processos químicos possilita a otimização dos catalisadores, medicamentos, e células fotovoltaicas", diz o texto.

Os três cientistas trabalham nos Estados Unidos. Karplus é professor em Harvard e também atua na universidade de Strasbourg, na França. Levitt, que nasceu na África do Sul, é professor da universidade de Stanford. Warshel, que nasceu em Israel, trabalha na Universidade South California.

Karplus desenvolveu a chamada ‘’equação Karplus’’, utilizada na ressonância magnética nuclear, utilizada por exemplo, na Medicina.

Já Levitt e Warshel foram os primeiros a publicar, em 1976, a simulação informática de uma reação enzimática, proteínas que ‘gerenciam’ a totalidade das reações químicas nas células.

Os três laureados receberão o prêmio no dia 10 de dezembro em Estocolmo, de cerca de 917 mil euros.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.