Acessar o conteúdo principal
Ásia/Clima

Terremoto mata mais de 80 pessoas em região turística nas Filipinas

Equipes de resgate resgatam vítima de desabamento provocado por terremoto ocorrido hoje no centro das Filipinas.
Equipes de resgate resgatam vítima de desabamento provocado por terremoto ocorrido hoje no centro das Filipinas. REUTERS/STRINGER

Um terremoto de intensidade 7,1 na escala Richter atingiu hoje uma região turística no centro do arquipélago das Filipinas, causando a morte de pelo menos 85 pessoas. A maior parte das vítimas fatais foi encontrada na ilha de Bohol, próxima do epicentro do tremor de terra, e em 16 ilhas vizinhas.

Publicidade

Os mortos estavam nas ilhas turísticas de Cebu, Siquijor e Bohol, conhecidas pelas praias de areia branca e pelo mar de cor turqueza. Segundo um balanço provisório das autoridades, nenhum estrangeiro está entre as vítimas. As equipes de resgate ainda buscam por sobreviventes nos escombros de casas e edifícios que desabaram com o tremor de terra. A tragédia só não foi maior porque hoje é feriado nas Filipinas e tanto o comércio quanto as repartições públicas estavam fechados. 

26° tufão da temporada vai atingir o Japão

O leste da Ásia enfrenta atualmente uma série de fenômenos climáticos violentos. No Vietnã, cinco pessoas morreram nesta terça-feira devido à passagem do tufão Nari pelo país. No fim de semana, o Nari havia deixado 13 mortos nas Filipinas e prosseguiu em sua trajetória de destruição no Vietnã. O tufão varreu uma extensa área no centro do país, incluindo as cidades turísticas de Hué e Danang, na província vietnamita de Quang Ngai.

O leste do Japão se prepara para acolher nesta quarta-feira o tufão Wipha, descrito como o mais violento a atingir a região metropolitana de Tóquio em dez anos. O tufão vai entrar no país pela ilha de Honshu, passar pela capital e seguir em direção a Fukushima, segundo a agência japonesa de meteorologia.

Wipha é o 26° tufão da temporada na Ásia, com ventos de mais de 200 km/h.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.