Acessar o conteúdo principal
Israel/Palestina/USA

Kerry prepara nova visita a Israel após fracasso de negociações de paz

O chefe da diplomacia norte-americana  John Kerry (c) tenta retomar o diálogo entre os negociadores de Israel, Tzipi Livni (e) e da Palestina, Saeb Erakat (d).
O chefe da diplomacia norte-americana John Kerry (c) tenta retomar o diálogo entre os negociadores de Israel, Tzipi Livni (e) e da Palestina, Saeb Erakat (d). REUTERS/Jonathan Ernst

Os dirigentes palestinos recusaram nessa segunda-feira, 9 de dezembro, a proposta de um acordo de paz transitório com Israel. A ideia, sugerida pelos Estados Unidos, de manter uma presença militar israelense permanente nos territórios palestinos também foi rejeitada. O secretário de Estado norte-americano John Kerry se prepara para visitar a região novamente na quinta-feira para tentar retomar o diálogo.

Publicidade

Apesar das tentativas de negociação feitas por Washington, as autoridades palestinas rejeitaram a proposta de um acordo transitório com Israel. “Nós queremos a independência completa”, declarou o secretário-geral do comitê executivo da Organização para a Liberação da Palestina (OLP) nessa segunda-feira. “Não haverá nenhum acordo sem os prisioneiros, Jerusalém e (resolver) a questão do status final”, completou o porta-voz do presidente palestino Mahmoud Abbas, Nabil Abou Roudeina.

A reação é uma resposta às declarações do presidente norte-americano Barack Obama, que disse no sábado que os palestinos deveriam aceitar um “período de transição” após a assinatura do acordo de paz. O chefe da Casa Branca chegou a declarar que não seria possível “obter tudo o que querem logo no primeiro dia”.

A porta-voz do governo americano Jennifer Psaki tentou minimizar o impacto da declaração, dizendo que os Estados Unidos queriam fechar um “acordo final” e não um texto “transitório” ou “provisório”. Mas os palestinos se mostraram inflexíveis.

Diante do bloqueio, o secretário de Estado norte-americano John Kerry, que voltou o Oriente Médio na sexta-feira passada e recebeu nessa segunda-feira uma visita dos chefes das delegações de Israel, Tzipi Livni, e da Palestina, Saëb Erakat, já prepara uma nova viagem a Jerusalém e Ramala. O representante da Casa Branca deve se encontrar com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na quinta-feira e com o presidente palestino Mahmoud Abbas na sexta-feira. Essa será a décima visita de Kerry a região em menos de um ano. 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.