Acessar o conteúdo principal
Índia/Política

Combater violência contra mulheres será prioridade do novo governo da Índia

O primeiro-ministro hindu, Narendra Modi, prometeu combater por todos os meios as violências sexuais contra as mulheres.dentiel à New Delhi, le 26 mai 2014.
O primeiro-ministro hindu, Narendra Modi, prometeu combater por todos os meios as violências sexuais contra as mulheres.dentiel à New Delhi, le 26 mai 2014. REUTERS/Adnan Abidi

O primeiro-ministro eleito da Índia, Narendra Modi, prometeu nesta segunda-feira (9) acabar com as violências contra as mulheres no país e reforçar o sistema judiciário com este objetivo. O novo premiê também anunciou que vai instalar banheiros e eletricidade em todas as casas do país até 2022.  

Publicidade

O premiê Narendra Modi, do partido nacionalista hindu Bharatiya Janata Party (BJPA), prometeu utilizar todos os recursos possíveis para evitar que as mulheres sejam atacadas. A declaração foi feita depois do estupro e morte, em maio passado, de duas meninas de 12 e 14 anos. Elas foram encontradas enforcadas em uma árvore. O drama aconteceu em um vilarejo do estado de Uttar Pradesh, no norte do país.

Mesmo tendo endurecido a lei depois do estupro coletivo e morte de uma estudante no final de 2012, em um ônibus em Nova Déli, as mulheres continuaram a ser vítimas de agressões sexuais. Na Índia, a cada 22 minutos uma mulher é estuprada, segundo os dados do próprio governo. As turistas também são frequentemente atacadas por grupos de homens.

As adolescentes mortas em Uttar Pradesh caíram nas mãos dos agressores quando caminhavam no escuro em um campo, buscando um lugar para fazer suas necessidades por não terem banheiro em casa.

As condições em que o drama aconteceu também levaram o premiê a prometer que vai instalar banheiros e luz elétrica em todas as casas da Índia até 2022. Metade da população do país usa a natureza como banheiro. "A Índia não deve tolerar a falta de dignidade de casas sem banheiros", disse o presidente Pranab Mukherjee.

Política externa

Uma política internacional forte é a outra promessa do premiê Narendra Modi. Ele reiterou um compromisso firme nas relações com a China, primeiro parceiro comercial da Índia com um comércio bilateral envolvendo US$70 bilhões.

 

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.