Acessar o conteúdo principal
Japão/Tufão

Tufão Neoguri provoca alerta máximo no sul do Japão

O tufão Neoguri atingiu na manhã desta terça-feira (8) a ilha de Okinawa, no sul do Japão, com ventos que variaram entre 175 e 250 km/h.
O tufão Neoguri atingiu na manhã desta terça-feira (8) a ilha de Okinawa, no sul do Japão, com ventos que variaram entre 175 e 250 km/h. REUTERS/Kyodo

Okinawa e as outras ilhas do extremo sul do Japão continuam em "alerta especial" devido à chegada do tufão Neoguri, que já deixou ao menos três feridos. As autoridades pediram a 590 mil pessoas que deixassem suas casas. No outro extremo do país, um terremoto de magnitude 5,6 atingiu a ilha setentrional de Hokkaido, sem provocar danos.

Publicidade

A agência de meteorologia do Japão lançou um alerta contra ventos fortes, chuvas torrenciais e ondas gigantescas, que já atingem a zona meridional do arquipélago.

O tufão Neoguri deixou até agora ao menos três feridos. As autoridades aconselharam 590 mil pessoas a deixar suas casas. Em Okinawa, quase 70 mil residências estão sem eletricidade.

Todos os voos para Okinawa foram cancelados, assim como os barcos que ligam as ilhas do extremo sul do Japão. As escolas e algumas empresas permaneceram fechadas durante toda esta terça-feira (8).

O tufão Neoguri deve avançar lentamente em direção ao norte e depois para o leste, com ventos de 270 km/hora. Uma ampla zona do sudoeste do arquipélago já está sob forte chuva devido à influência desse fenômeno meteorológico.

Tremor de terra

Um terremoto de magnitude 5,6 atingiu a ilha de Hokkaido, no extremo norte do arquipélago japonês, mas por enquanto nenhum dano foi registrado e não há risco de tsunami.

O epicentro do tremor estava localizado perto de Sapporo, a principal cidade da ilha, a uma profundidade de 37 km, segundo o centro americano de monitoramento de terremotos.

O Japão se situa na confluência de quatro placas tectônicas e registra a cada ano mais de 20% dos tremores mais poderosos recenseados no planeta. Apesar disso, as normas de construção do Japão são agora tão severas que a maioria dos terremotos, mesmo fortes, provocam poucos danos materiais.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.