Acessar o conteúdo principal
Egito/Justiça

Veredicto de ex-ditador Mubarak é adiado para o final de novembro

O ex-presidente egípcio, Hosni Mubarak, em sua chegada ao tribunal neste sábado, 27 de setembro de 2014.
O ex-presidente egípcio, Hosni Mubarak, em sua chegada ao tribunal neste sábado, 27 de setembro de 2014.

O tribunal do Cairo que julga o ex-presidente egípcio Hosni Mubarak por cumplicidade no assassinato de centenas de manifestantes durante a revolta popular que o destituiu do poder em 2011, adiou para 29 de novembro o anúncio do veredicto.

Publicidade

O ex-ditador, de 86 anos, compareceu ao tribunal de cadeiras de rodas e com os tradicionais óculos escuros. Ele demonstrou muita tranquilidade ao ouvir, atrás de uma grade de ferro onde ficam os réus, o juiz Mahmoud Kamel al-Rachidi explicar que não teve tempo para redigir as duas mil páginas do aguardado veredicto.

O tribunal, situado no interior da academia de polícia do Cairo, também deve se pronunciar sobre um processo de corrupção envolvendo Mubarak e seus dois filhos, Alaa e Gamal, que, em maio, já foram condenados a três anos de prisão por um outro caso de corrupção.

Hosni Mubarak é julgado por cumplicidade na morte de centenas de manifestante durante os 18 dias de uma revolta popular no começo de 2011. O mesmo processo envolve o ex-ministro do Interior, Habib al-Adly e seis ex-dirigentes dos serviços de segurança.

Em um primeiro processo, em junho de 2012, o ex-ditador foi condenado à prisão perpétua, mas o veredicto foi anulado por questões técnicas e o caso teve que ser julgado novamente.

Gamal Eid, um advogado que representa as vítimas, disse à agência AFP não esperar uma pena severa contra Mubarak, nem contra os responsáveis pela polícia, já que seis deles foram inocentados no primeiro julgamento. "Não acredito, baseado em veredictos anteriores. O julgamento sempre acontece de acordo com o clima político", afirmou.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.