Acessar o conteúdo principal
França/Níger

Exército francês apreende três toneladas de armas de jihadistas no Níger

Os jihadistas que atuam no norte do Mali recrutam cada vez mais crianças.
Os jihadistas que atuam no norte do Mali recrutam cada vez mais crianças. REUTERS/Emmanuel Braun

O Exército francês anunciou nesta quinta-feira (16) ter interceptado três toneladas de armas em poder de jihadistas no Níger. Seis pick-ups de extremistas islâmicos foram surpreendidos pelo Exército francês quando atravessavam o norte do Níger vindo da Líbia. Eles queriam chegar ao Mali.

Publicidade

Gilles Jaron, porta-voz do Estado Maior das Forças Armadas francesas, disse que o arsenal de armas apreendido é um dos maiores já encontrado na região do Sahel. Os jihadistas transportavam mísseis SA-7, de fabricação russa, roubados na Líbia após a queda de Muammar Kadhafi, canhões de 23 mm, foguetes antitanques, metralhadoras e munições.

O Exército francês pôde identificar o comboio de jihadistas com a cooperação das forças do Níger e apoio aéreo. A operação foi realizada pelas forças especiais do Exército e culminou com a destruição das caminhonetes. Cerca de quinze jihadistas foram presos ou mortos durante a ação. As armas apreendidas foram parcialmente danificadas.

O norte do Mali enfrenta um recrudescimento da violência de grupos radicais islâmicos armados. Eles tentam reconquistar o terreno depois de terem sido expulsos da região pela operação Serval do Exército francês.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.