Acessar o conteúdo principal
Síria/EI

Ofensiva de jihadistas do EI em Kobane já deixou mais de 600 mortos

Do lado turco da fronteira, mulher observa combates em Kobane, na Síria.
Do lado turco da fronteira, mulher observa combates em Kobane, na Síria. AFP PHOTO / ARIS MESSINIS

Segundo cálculos da ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), 662 pessoas morreram na cidade síria de Kobane desde o início da ofensiva do grupo terrorista Estado Islâmico (EI). Os embates pelo controle de Kobane completam um mês nesta quinta-feira (16).

Publicidade

A maioria dos mortos, 374 , são jihadistas. Outra parte importante de vítimas, de acordo com o OSDH, são combatentes curdos que defendem a cidade situada no norte da Síria, perto da fronteira com a Turquia. Pelo menos 20 civis morreram.

O balanço do Observatório não leva em conta as vítimas dos bombardeios aéreos da coalizão liderada pelos Estados Unidos. Ontem, o Pentágono afirmou que "dezenas" de jihadistas morreram em Kobane e nos arredores desta cidade curda síria após os ataques aéreos da coalizão.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.