Acessar o conteúdo principal
Acidente/Taiwan

Acidente da TransAsia fez ao menos 31 mortos; 12 continuam desaparecidos

Equipes de resgate recolhem destroços do avião da TranAsia que caiu nesta quarta-feira (4), em Taiwan.
Equipes de resgate recolhem destroços do avião da TranAsia que caiu nesta quarta-feira (4), em Taiwan. REUTERS/Pichi Chuang

As equipes de resgate continuam nesta quinta-feira (5) as buscas pelos 12 últimos ocupantes do avião da TransAsia. O bimotor ATR-72 caiu na manhã de quarta-feira (4) poucos minutos depois da decolagem de Taipei, capital de Taiwan. Segundo o último balanço oficial, além dos 12 desaparecidos, 31 pessoas morreram e 15 foram resgatadas com vida.

Publicidade

O acidente foi espetacular. Imagens de um vídeo amador mostram o bimotor ATR 72-600, perdendo altitude, atingindo um viaduto e caindo em um rio, antes de se partir em vários pedaços. O avião, que transportava 58 pessoas, tinha como destino uma pequena ilha da costa chinesa, controlada por Taiwan. A maioria dos passageiros era de chineses em viagem de férias.

Centenas de pessoas, entre mergulhadores e bombeiros, participam das operações de resgate nas águas geladas do rio. O piloto e o copiloto estão entre as vítimas da catástrofe, informaram as autoridades.

Piloto herói

O piloto do voo GE235, Liao Chien-tsung, está sendo considerado um herói em Taiwan. Os especialistas acreditam que ele fez de tudo para impedir que o avião caísse em bairros habitados de Taipei. “Tudo indica que ele, conscientemente, jogou o bimotor no rio para evitar vítimas suplementares. Foi muito corajoso de sua parte”, declarou à AFP Daniel Tsang, um especialista de Hong Kong.

Na última mensagem à torre de controle, o piloto teria avisado que um dos dois motores teve uma pane e parou de funcionar. Este é o segundo acidente em seis meses de um bimotor da TransAsia que é a terceira companhia aérea taiwanesa. Ontem, a Direção da Aviação Civil de Taiwan ordenou que todas as companhias aéreas do país façam imediatamente controles aprofundados nos motores de todos os aviões ATR de suas frotas.

Nenhuma nota oficial foi divulgada até o momento sobre as causas do acidente. As duas caixas-pretas do avião já foram recuperadas. Dois especialistas franceses do BEA, a agência francesa especializada na segurança da aviação civil e na investigação de acidentes aéreos, vão a Taiwan para ajudar esclarecer as causas da tragédia.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.