Acessar o conteúdo principal
Aviação/MH370

Número de série confirma que destroço encontrado pertence a um Boeing 777

Destroço encontrado na quarta-feira na Ilha da Reunião.
Destroço encontrado na quarta-feira na Ilha da Reunião. REUTERS/Zinfos974/Prisca Bigot

O número de uma peça que fazia parte dos destroços da aeronave encontrada no Oceano Índico confirma que eles pertencem a um avião Boeing 777 – mesmo modelo do voo MH370, que desapareceu em março de 2014. A informação foi divulgada na manhã desta sexta-feira (31) pelo vice-ministro dos Transportes, Abdul Aziz Kaprawi, à Agência AFP.

Publicidade

“A informação é da MAS (Malaysia Airlines). Eles me informaram", declarou Kaprawi. As fotos da peça encontrada, que é um componente da asa, já revelavam um número parcial "657 BB".

Mais cedo, o chefe do escritório australiano de segurança dos transportes, Martin Dolan, havia afirmado estar “cada vez mais convencido” de que os destroços encontrados na quarta-feira pertencem mesmo ao voo MH370. Segundo ele, uma identificação formal seria possível nas próximas 24 horas, como relatou nossa correspondente na Ásia, Luiza Duarte.

Na quinta-feira, o canal de televisão francês BFM TV também garantia ter obtido junto a técnicos da própria fabricante Boeing a confirmação de que a peça de quase dois metros era parte da asa de um 777.

Destroços encontrados

Uma parte do que parece ser a asa de uma aeronave e restos de uma mala foram descobertos no território francês da Ilha da Reunião, no Oceano Indico. O local fica a 3.700 quilômetros de distância da principal zona de buscas pelo avião da Malaysia Airlines na Austrália.

Os australianos estão trabalhando em conjunto com as equipes malaia e francesa que realizarão a análise dos objetos na cidade de Toulouse, no sudoeste francês, a partir de amanhã. O avião desapareceu em março de 2014, entre Kuala Lumpur e Pequim. Mais da metade das 239 pessoas que estavam a bordo do MH 370 eram chinesas.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.