Acessar o conteúdo principal

Governo quer obrigar japoneses a tirarem folga

Por questões culturais, japoneses não usufruem das folgas a que têm direito.
Por questões culturais, japoneses não usufruem das folgas a que têm direito. REUTERS/Naomi Tajitsu

O governo do Japão vai oferecer benefícios para as empresas que incentivarem o repouso obrigatório de seus funcionários. De acordo com informações do correspondente da RFI em Tóquio, Frédéric Charles, cerca de um quarto dos trabalhadores japoneses passam mais de 49 horas semanais no trabalho.

Publicidade

Por conta da cultura local, a maioria dos trabalhadores do país não usufrui das folgas remuneradas às quais têm direito. O motivo: eles têm medo de parecerem desleais a seus patrões.

O objetivo do governo é oferecer subvenção pública às empresas que conseguirem convencer os funcionários a mudarem de atitude. A medida deve entrar em vigor no ano que vem e o valor a ser pago para cada empresa vai depender da quantidade de horas de repouso que elas irão impor aos funcionários. O dispositivo diminuiria o número de mortes por sobrecarga no trabalho, frequentes no país.

No entanto, toda esta dedicação não faz do Japão um líder de produtividade. O país ocupa o 20° lugar no ranking da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que lista os países com os melhores níveis de produtividade de seus trabalhadores. Entre os membros do G7, o Japão aparece como último colocado quando o assunto é rendimento no trabalho.
 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.