Acessar o conteúdo principal
Turismo

Tailândia proíbe acesso à ilha para protegê-la dos turistas

A Tailândia acolhe cerca de 30 milhões de turistas por ano.
A Tailândia acolhe cerca de 30 milhões de turistas por ano. REUTERS/Athit Perawongmetha

As autoridades tailandesas tomaram uma rara decisão diante do grande afluxo de turistas no país: o fechamento definitivo de uma pequena ilha no mar de Andamão, no oceano Índico. A decisão foi tomada para cessar graves danos ao local, superfrequentado tanto por tailandeses quanto por estrangeiros.

Publicidade

Arnaud Dubus, correspondente da RFI em Bancoc

A ilha de Koh Tachai está localizada no parque natural de Similan, uma área particularmente popular entre os turistas jovens em busca de lugares alternativos. Os danos causados aos corais submarinos chegaram a uma situação crítica, segundo as autoridades tailandesas, devido à frequentação exagerada do local.

A Tailândia nunca havia tomado uma decisão como esta, que envolve o turismo, um dos principais motores da economia do país. A proibição de frequentar a ilha de Koh Tachai começará a valer a partir de 15 de outubro, mas alguns locais para mergulho da região permanecerão abertos.

O governo tailandês prevê realizar um longo e delicado processo de reabilitação da ilha. O país não descarta reabrir o acesso ao local no futuro, mas antes, Koh Tachai terá um longo período de tranquilidade.

A Tailândia acolhe cerca de 30 milhões de turistas por ano, um número que vem aumentando com a popularização dos paraísos do país nos quatro cantos do mundo.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.