Acessar o conteúdo principal

Mais de 5.200 migrantes morreram este ano no mundo

Migrantes são resgatados na costa da Líbia
Migrantes são resgatados na costa da Líbia REUTERS/Giorgos Moutafis TPX IMAGES OF THE DAY

Mais de 5.200 migrantes morreram até agora este ano em todo o mundo, um crescimento de alta de 20% em relação ao mesmo período do ano passado, anunciou nesta sexta-feira (28) a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Publicidade

De um total de 5.238 mortes, 3.930 pessoas morreram tentando cruzar o Mediterrâneo, 170 a mais que durante todo o ano de 2015, segundo a agência com sede em Genebra.

A rota marítima mais perigosa continua sendo a que leva para a Itália. Esta semana, mais de 280 migrantes morreram em barcos que partiram da Líbia para a Itália.

13 mortes por dia

Esse balanço de mortos e desaparecidos no mundo significa que 13 migrantes morreram por dia em 2016. Os corpos de mais de 60% deles não foram encontrados.

A OIM também observou que mais de 500 migrantes morreram na América Latina, citando o caso de 87 hondurenhos, 10 deles crianças, que morreram ao tentar atravessar o México entre 1º de janeiro e 23 de outubro.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.