Acessar o conteúdo principal
Linha Direta

Empresas vendem latas de ar puro para chineses

Áudio 03:53
Vitality Air mostra às vantagens de seu oxigênio em garrafas eficaz tanto nos lugares poluídos como também para uma melhor recuperação esportiva.
Vitality Air mostra às vantagens de seu oxigênio em garrafas eficaz tanto nos lugares poluídos como também para uma melhor recuperação esportiva. @captura de vídeo

Chinês não perde a oportunidade de fazer um bom negócio. E foi exatamente nisto que se transformou o comércio de… ar. Tem para todos os gostos. Latas, vidros e sprays com ar puro e até poluído podem ser comprados em lojas ou pela internet.

Publicidade

 Vivian Oswald, correspondente da RFI em Pequim

Na China pode até se perder o amigo, mas nunca o bom negócio, nem a piada. Um dos lançamentos deste final de ano é a lata de "ar poluído de Pequim". É como se fosse uma lata de refrigerante: basta abrir e respirar o ar com as partículas de PM2.5, consideradas as mais perigosas para a saúde humana. Os donos da ideia, a empresa Plastered 8, dizem que é uma lembrança da cidade, um bom presente para quem gosta e sente falta da vida na capital.

O vídeo de promoção do produto, que pode ser assistido na internet, mostra um pequinês que sai pelo mundo, conhece a Torre Eiffel, na França, Stonehenge, na Inglaterra, o Taj Majal, na Índia, mas carrega as suas latinhas com o ar de Pequim. Em tom de brincadeira, o narrador afirma que os chineses podem continuar a fazer o que mais gostam, que é viajar, sem sentir falta de casa. Embora o ar seja o de Pequim, como diz o fabricante, pelo que vem escrito na lata, a produção está na cidade de Shenzhen. A lata custa cerca de US$ 4. O PM 2.5 é a principal razão para que chineses e estrangeiros se preocupem em carregar constantemente máscaras na bolsa.

Empresas também vendem ar puro

 Pelo menos duas empresas têm ganho dinheiro com isso: a canadense Vitality air vende garrafas de ar puro coletado no Parque Nacional de Banff, no Canadá. Custam cerca de US$ 15, cerca de 10 vezes o preço de uma garrafa de água mineral. Na sua página na internet, a empresa afirma que consumir uma garrafa de Vitality air é como dar à sua mente e corpo uma injeção de natureza. Outra companhia baseada na Austrália tem vendido garrafas semelhantes por cerca de US$ 15. O que era para ser um souvernir australiano, tornou-se um produto tipo exportação que fez sucesso entre os chineses. Diz o fabricante que cada lata contém 130 inspirações. Para se ter uma ideia, diz-se que em média, uma pessoa inspira 23.000 vezes por dia.

Mercado cresce

As duas empresas rapidamente encontraram distribuidores, sócios e comerciantes na China interessados em vender esses produtos. A vitality air disse à mídia no final do ano passado que seus primeiros carregamentos para a China se esgotaram. E não são só elas. Há relatos de chineses fazendo isso até mesmo por conta própria. As latas de ar poluído pode ser encontradas no Taobao, oum dos maiores sites de venda do país.

Negócios e piadas à parte, a poluição é um problema muito sério aqui na China. O último relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) indica que os chineses são os que mais morrem pessoas no mundo por conta da poluição do ar. Mais de um milhão das três milhões de mortes registradas em 2012 por esta razão aconteceram aqui. Em seguida vêm Índia (600 mil) e Rússia (140 mil).

Para um país que quer manter o ritmo de crescimento acelerado, este certamente será um dos fatores decisivos a pesar na balança. A poluição tem um custo alto para a sociedade e para o governo. A preocupação das autoridades é clara. E medidas têm sido tomadas para reduzir as emissões. Mas ainda estão longe de resolver o problema.

 

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.