Acessar o conteúdo principal

Mulheres assumem a presidência de grupos financeiros na Arábia Saudita

Sarah Al Suhaimi foi nomeada chefe do banco de investimento do NCB Capital, na Arábia Saudita.
Sarah Al Suhaimi foi nomeada chefe do banco de investimento do NCB Capital, na Arábia Saudita. Powervrouwen-Blog.nl

Duas mulheres sauditas foram nomeadas para dirigir grandes instituições financeiras na Arábia Saudita, incluindo a Bolsa de Valores, o primeiro mercado financeiro árabe, apesar das restrições impostas às mulheres no regime ultraconservador do Golfo, governado por uma versão ortodoxa do Islã.

Publicidade

O Samba Financial Group anunciou no domingo (19) o nome de Rania Mahmoud Nashar como presidente do banco. Em uma notificação à Bolsa de Valores, o grupo afirma que Nashar tem experiência profissional de quase 20 anos e foi formada internamente por meio de um programa de treinamento para cargos de gestão.

Mesmo se outras mulheres sauditas continuam a assumir vários cargos de responsabilidade, as contratações de duas mulheres para chefiar instituições financeiras decisivas para o mercado são raras em um país que impõe muitas restrições às mulheres.

A Arábia Saudita é o único país do mundo a proibir mulheres de dirigirem, e onde as mesmas precisam do acordo de um parente próximo, como pai, marido ou irmão, para aceitar um emprego, estudar ou viajar para o exterior. Embora seja raro que tal permissão seja necessária para aceitar um cargo no setor público, organizações de defesa dos direitos das mulheres sauditas afirmam que o documento é muitas vezes necessário no setor privado.

O banco Samba salientou que Rania Mahmoud Nashar é reconhecida, por uma associação americana que combate crimes financeiros, como uma das especialistas na luta contra a lavagem de dinheiro

No comando da Bolsa de Valores

A chegada de Rania Nashar à frente de Samba foi precedida da demissão do CEO do banco, Sajjad Razvi, por motivos pessoais. Rania assumiu as rédeas do banco três dias após a nomeação de outra mulher, Sarah al-Suhaimi, como chefe do Conselho de Administração da Bolsa de Valores saudita, conhecida como Tadawul. Suhaimi continuará também a chefiar a NCB Capital, a unidade de investimento do Banco Comercial Nacional.

Sarah foi em 2014 a primeira mulher saudita a ser nomeada como presidente do banco de investimento, de acordo com a agência Bloomberg News. A Arábia Saudita está tentando incentivar o emprego das mulheres com um programa de reforma ampla para reduzir a dependência da economia saudita ao setor do petróleo.

No último trimestre de 2016, a taxa de desemprego entre as mulheres sauditas foi de 34,5% contra 5,7% entre os homens, de acordo com um estudo citado pela empresa Jadwa Investment. A Arábia Saudita deseja aumentar para 28% a percentagem de mulheres no mercado de trabalho até 2020, contra 23% em 2016.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.