Acessar o conteúdo principal
Acidente

Choque entre cargueiro e destróier americano deixa 10 desaparecidos em Cingapura

A colisão provocou uma gigantesca brecha na embarcação norte-americana.
A colisão provocou uma gigantesca brecha na embarcação norte-americana. REUTERS/Ahmad Masood

Uma embarcação de guerra norte-americana colidiu com um navio mercante liberiano que transportava petróleo ao leste de Cingapura nesta segunda-feira (21). Pelo menos dez marinheiros estão desaparecidos e outros cinco ficaram feridos.  

Publicidade

"O destróier dotado de mísseis teleguiados USS John S. McCain (DDG 56) colidiu com o navio mercante Alnic MC, enquanto navegava perto do estreito de Malaca em 21 de agosto", informou a Marinha norte-americana em um comunicado. Ainda segundo o texto, “o John S. McCain sofreu danos na popa a bombordo”, e apresenta uma importante brecha que provocou um início de inundação na embarcação.

A colisão entre o navio de guerra e o petroleiro liberiano foi registrada às 5h24 de segunda-feira (18h24 de domingo, horário de Brasília), enquanto o destróier dirigia-se para uma visita portuária de rotina, destacou o comunicado. Uma importante operação de busca, com a participação de vários aviões e embarcações dos Estados Unidos, Cingapura e Malásia, foi lançada para encontrar os dez desaparecidos.

Quatro pessoas foram transferidas em um helicóptero para um hospital de Cingapura com ferimentos leves e o quinto tripulante pode ser tratado no local.

Essa é a segunda colisão envolvendo um navio de guerra americano em menos de três meses. No dia 17 de junho, sete marinheiros morreram em um acidente com o destróier USS Fitzgerald e um cargueiro filipino no mar do Japão.

(Com informações da AFP)

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.