Acessar o conteúdo principal
Irã/véu

Irã prende quase 30 mulheres que tiraram véu em público

Mulheres iranianas são obrigadas a usar o véu desde a Revolução Islâmica de 1979.
Mulheres iranianas são obrigadas a usar o véu desde a Revolução Islâmica de 1979. Flickr/Taufiq Aizuddin

A polícia iraniana deteve cerca de 30 mulheres em Teerã por terem tirado o véu em público para protestar contra o uso obrigatório desde a Revolução Islâmica de 1979, informaram vários veículos locais nesta sexta-feira (2).

Publicidade

"A polícia prendeu 29 pessoas que perturbaram a ordem social e as entregou à justiça", indicou em uma declaração a polícia de Teerã, publicada pelas agências de notícias Fars, Ilna e Tasnim, sem dar mais detalhes.

Nos últimos dias, as redes sociais publicaram fotos aparentemente tiradas em Teerã e outras cidades de mulheres na rua com a cabeça descoberta e o véu pendendo em uma vara como uma bandeira.

A lei vigente no Irã desde a Revolução Islâmica de 1979, exige que as mulheres saiam às ruas com um lenço sobre suas cabeças e seus corpos cobertos por roupas menos longas.

O zelo da polícia na aplicação dessa lei diminuiu consideravelmente nos últimos anos. Um número crescente de mulheres em Teerã e outras grandes cidades do país exibem claramente seus cabelos.

Essas ações de protesto seguem o exemplo de uma mulher iraniana presa no final de dezembro depois de ter escalado um mobiliário urbano em Teerã com a cabeça descoberta e seu véu amarrado a ponta de um cabo de vassoura.

A jovem foi libertada após um mês de detenção, de acordo com o advogado Nasrin Sotudeh, que milita em favor dos direitos humanos no Irã.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.