Acessar o conteúdo principal

Estados Unidos anunciam saída de acordo nuclear com a Rússia

Presidente Donald Trump discursando em um ato de campanha em Elko, Nevada, U.S., no dia 20 de outubro de 2018.
Presidente Donald Trump discursando em um ato de campanha em Elko, Nevada, U.S., no dia 20 de outubro de 2018. REUTERS/Jonathan Ernst

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou neste sábado (20) que seu país irá se retirar de um tratado sobre armas nucleares assinado com a Rússia durante a Guerra Fria. Segundo o presidente americano, "A Rússia não respeitou o acordo" por isso os Estados Unidos decidiram encerrar o pacto.

Publicidade

O governo Trump se queixa da implantação por Moscou do sistema de mísseis 9M729, cujo alcance, segundo os Estados Unidos, supera 500 quilômetros, violando o texto do acordo. "Não iremos deixar que violem o tratado e fabriquem estas armas quando a nós isto não é permitido", criticou o presidente republicano em visita a Elko, Nevada. O Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário havia sido assinado em 1987 pelos então presidentes americano e soviético, Ronald Reagan e Mikhail Gorbachov.

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Riabkov, classificou a decisão americana como "um passo perigoso". Ele afirmou ainda que o tratado é "importante para a segurança internacional e para a segurança no âmbito das armas nucleares, assim como para preservar uma estabilidade estratégica". Já o último dirigente soviético, Mikhaïl Gorbatchev, denunciou neste domingo a "falta de sabedoria" de Donald Trump ao se retirar do acordo. "Não se deve, em nenhum caso, romper os antigos acordos sobre o desarmamento. É tão difícil compreender que a recusa desses acordos deixa clara uma falta de sabedoria? É um erro", declaro ele à agência Interfax.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.