Acessar o conteúdo principal
Índia/Estupro

Uma mulher e sua filha têm cabeça raspada na Índia após resistir a estupro

Mulheres tiveram cabeças raspadas na aldeia em Vaishali, Bihar India
Mulheres tiveram cabeças raspadas na aldeia em Vaishali, Bihar India GOOGLE MAPS

País onde a violência sexual contra mulheres tem tomado proporções alarmantes, a Índia tem sido testemunha de diversas manifestações de órgãos da sociedade civil contra esta onda de ataques. No entanto, parece que muito ainda precisa ser feito. Nesta sexta-feira (28), a polícia indiana revelou que um homem entrou à força junto a um grupo em uma casa de duas indianas, e tentou estuprar a mais nova. Impedidos pela reação da mãe da garota, eles as atacaram e as levaram à força a um barbeiro local, que raspou suas cabeças.

Publicidade

Após terem a cabeça raspada, as mulheres foram expostas nas ruas de sua aldeia, informou a polícia local. O criminoso, Mohommad Khurshid, um dos líderes da aldeia de Bihar, no nordeste da Índia, entrou nesta quarta-feira (26) à força com seus apoiadores na casa das mulheres.

Segundo a polícia, ele tentou estuprar uma jovem recém-casada de 19 anos. Quando ela e a mãe resistiram, ambas foram atacadas e receberam vários golpes, antes de terem as cabeças raspadas por um cabeleireiro local.

"Atualmente, apenas seis dos suspeitos do caso foram presos e a polícia está realizando operações para prender outras pessoas que estão em fuga, desde o incidente", disse um policial. O líder da aldeia e o cabeleireiro, que raspou a cabeça das duas mulheres, estão entre os presos.

A Índia tem um registro sórdido de violência sexual contra as mulheres, particularmente nas áreas rurais, onde vivem a maioria de seus habitantes.

Newsletterselfpromo.newsletter.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual você tenta acessar não existe ou não está mais disponível.