Acesso ao principal conteúdo
Vida em França

França quer restringir imigração

Áudio 09:58
Polícia francesa evacua imigrantes ilegais em Paris a 7/11/2019
Polícia francesa evacua imigrantes ilegais em Paris a 7/11/2019 MARTIN BUREAU / AFP

O primeiro-ministro Édouard Philippe anunciou ontem um pacote de 20 medidas a serem aplicadas a partir do verão de 2020, para, segundo ele "resgatar a soberania e retomar o controlo sobre a politica migratória, para que a França recrute apenas segundo as suas necessidades de trabalho".Este pacote está a ser criticado no seio da maioria parlamentar, da esquerda e de alguns sindicatos, que acusam o Presidente Emmanuel Macron de pretender conquistar votos à direita e extrema direita, com em pano de fundo as eleiçoes municipais de 2020 e presidenciais de 2022.As medidas mais emblemáticas são as que prevêm estabelecer quotas profissionais para imigrantes - oriundos de países não europeus e o direito de asilo, que também serà alvo de medidas mais restritivas, designadamente no que diz respeito à Ajuda Médica aos Estrangeiros, cujo acesso passará de autmático a provas de residência em França durante pelos menos três meses.Para analisar estas medidas, ouvimos o professor catedrático Raphael Lucas, ligado à Universidade de Bordéus.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.