Acesso ao principal conteúdo
Política/Moçambique

Moçambique: operação contra grupos armados em Cabo Delgado

Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique.
Filipe Nyusi, Presidente de Moçambique. Yasuyoshi CHIBA / AFP

Em Moçambique, vários insurgentes foram detidos e bens da população recuperados numa base dos grupos armados que têm protagonizados ataques a alguns distritos da provincia de Cabo Delgado, no norte do país. Na sequência da operação realizada pelo Exército, as autoridades moçambicanas vão investigar, de forma identificar os mandantes das acções de terror na citada Região. Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Publicidade

Há mais de um ano que grupos de insurgentes protagonizam ataques armados na província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique.No

Domingo, o comandante-em chefe das Forças Armadas de Defesa e Segurança e Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi anunciou uma vitória das tropas governamentais sobre os elementos, que têm levado a cabo acções de terror na citada região.

Filipe Nyusi reconheceu igualmente a ameaça que representa o grupo de insurgentes para o desenvolvimento sócio-económico de Moçambique. Por isso, o chefe de Estado moçambicano defende o reforço da vigilância e a denúncia popular.

Os ataques efectuados pelos referidos grupos, alegadamente de inspiração islâmica, já provocaram desde Outubro de 2017 a morte de cerca de duzentas pessoas, na sua maioria civis, assim como a destruição de infraestruturas públicas e privadas nalguns distritos da província de Cabo Delgado, no norte de Moçambique.

Como consequência dos ataques terroristas,algumas multinacionais que operam na região foram obrigadas a suspender as suas actividades.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.