Acesso ao principal conteúdo
Sociedade/Estados Unidos

Estados Unidos:identificado autor de massacre em Virginia Beach

Ralph Northam,governador do  estado de Virginia durante uma conferência de imprensa no sábado .Virginia Beach . 1 de Junho de 2019       durante coletiva de imprensa, no sábado (2).
Ralph Northam,governador do estado de Virginia durante uma conferência de imprensa no sábado .Virginia Beach . 1 de Junho de 2019 durante coletiva de imprensa, no sábado (2). REUTERS/ Jay Paul

As autoridades americanas identificaram o autor do massacre que provocou a morte de 12 pessoas na sexta-feira. DeWayne Craddock, indivíduo em questão, era um funcionário da municipalidade de Virginia Beach, na costa leste dos Estados Unidos. Craddock foi abatido pela polícia.

Publicidade

Na sua quarentena, DeWayne Craddock trabalhava desde há quinze anos na Câmara Municipal de Virginia Beach, uma cidade costeira de 450.000 habitantes, a cerca de 320kms ao sudeste de Washington.

Craddock que foi abatido pelas forças de polícia durante um tiroteio intenso, semelhante ao de uma zona de guerra, estava fortemente armado durante o seu massacre nas instalações da municipalidade, que resultou na morte de 12 pessoas e em quatro feridos. Outras armas foram encontradas na casa DeWayne Craddock.

Segundo o comandante da Polícia de Virgina Beach, James Cervera, o autor dos assassínios matou indiscriminadamente as pessoas que trabalhavam em três andares de um dos edifícios da Câmara Municipal da cidade,onde estavam na altura 400 funcionários.

Cervera afirmou durante uma conferência de imprensa, que Craddock efectuou o massacre com uma arma de calibre 45, equipada com um silencioso, que ele recarregou várias vezes com muitos cartuchos.

O governador da Virgina Ralph Northam, qualificou a sexta-feira de dia horrendo para o estado de Virginia.

Segundo a Casa Branca, o Presidente Donald Trump foi informado sobre o malogrado evento e tem estado a acompanhar a situação.

O massacre de Virgina Beach relançou a questão da venda livre de armas, apoiada pelo poderoso lobby das armas representado pelo National Rifle Association ( NRA), que divide a sociedade dos Estados Unidos.

Através das redes sociais,o ex-candidato a última eleição presidencial americana e senador, Bernie Sanders, criticou a influência da NRA e afirmou que o Congresso deve escutar a maioria do povo dos Estados Unidos e elaborar uma legislação sobre segurança em matéria de armas.

Oriundo de Virginia Beach , o conhecido músico, cantor e compositor Pharrell Williams, igualmente pelas redes sociais, afirmou que ele está a rezar pela sua cidade,as vítimas do massacre, as suas famílias e por todas pessoas afectadas pelo massacre.

Nós somos resistentes e conseguiremos sair desta tragédia mais fortes, declarou Williams.

De acordo com Gun Violence Archive,ONG sediada em Washington, que monitora a violência provocada pela uso de armas de fogo nos Estados Unidos, o massacre de Virginia Beach é o centésimo quinquagésimo tiroteio em massa, ocorrido no país norte-americano em 2019.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.