Acesso ao principal conteúdo
Religião/Vaticano

Papa Francisco:migrantes não são meros casos sociais

O papa Francisco benze uma  criança depois de ter celebrado a missa para os migrantes na Basílica de São Pedro na Cidade do Vaticano.8 de Julho de 2019
O papa Francisco benze uma criança depois de ter celebrado a missa para os migrantes na Basílica de São Pedro na Cidade do Vaticano.8 de Julho de 2019 Vatican Media/­Handout via REUTERS

Migrantes são seres humanos, que simbolizam todos os que foram rejeitados pela globalização. Esta reflexão foi feita pelo Papa Francisco, no decurso de uma missa especial consagrada aos migrantes, realizada na segunda-feira em Roma. O Sumo Pontífice considerou que os migrantes são mais do que casos sociais e questões de imigração.

Publicidade

Numa altura em que a Itália , sob a impulsão do seu ministro do Interior e líder da extrema-direita nacional Matteo Salvini, reforça as leis contra a imigração no país transalpino, o Papa Francisco lembrou que os mais fracos e os mais vulneráveis devem ser ajudados.

Durante uma missa especial dedicada aos migrantes,na segunda-feira, o chefe da Igreja Católica considerou que ajudar os mais vulneráveis, é uma grande responsabilidade, da qual ninguém está isento.

O Papa Francisco, fez estes comentários, dois dias depois de Matteo Salvini ter recusado a entrada à dois navios de assistência humanitária, com migrantes, que tinham sido resgatados no Mar Mediterrânio.

No decurso da missa, que assinalava o sexto aniversário da sua visita à Lampedusa, ilha do sul da Itália, onde muitos requerentes de asilo chegam, após uma perigosa travessia marítima, o Papa Francisco afirmou que os mais fracos são os abandonados e enganados, que às vezes morrem no deserto. Os migrantes não são meros casos sociais, nem assunto de imigração, disse Francisco.

Essas pessoas, são torturadas, abusadas e violadas em campos de retenção, assim como enfrentam as ondas de um mar impiedoso, de acordo com Francisco, cuja missa na Cidade do Vaticano foi assistida por 250 pessoas, incluindo migrantes, requerentes de asilo e socorristas.

 

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.