Acesso ao principal conteúdo
Política/Turquia

Tensão entre Ancara e Washington em torno do S-400 russo

O Presidente turco, Recep  Tayyip  Erdogan.
O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan. Kayhan Ozer/Presidential Press Office/Handout via REUTERS

Escalada da tensão entre Ancara e Washington em torno da compra pela Turquia do sistema de mísseis defensivos russos S-400, que os Estados Unidos consideram incompatíveis com os caças bombardeiros americanos F-35  que o país do Médio-Oriente tenciona adquirir aos americanos. Washington decidiu romper as negociações com Ancara no que toca à venda dos F-35 e excluir a Turquia do referido programa,parte dos sistemas da NATO. As autoridades turcas criticaram a suas homólogas americanas, cuja postura foi qualificada de injusta .

Publicidade

Segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia, a decisão unilateral tomada pelos Estados Unidos não obedece ao espírito que preside a aliança entre os dois países, nem é baseado em razões legítimas. A Turquia considerou injusta a decisão tomada pelos Estados Unidos de retirar o país do Médio-Oriente , do programa F-35.

A porta-voz da Casa Branca, Stephania Grisham afirmou que infelizmente a decisão de Ancara, de adquirir o sistema defensivo russo S-400 torna impossível a continuidade da participação turca no programa F-35.Grisham acrescentou que os Estados Unidos tinham proposto , por várias vezes, à Turquia a compra de mísseis americanos Patriot, mas Ancara contrariou a lealdade para com a NATO, ao optar pelo sistema russo.

A administração Trump decide excluir a Turquia do programa F-35, cinco dias depois de a Rússia iniciar a entrega, dos equipamentos do sistema S-400 aos turcos.

No âmbito da decisão americana, várias unidades turcas ,de produção de peças e componentes para os F-35, serão encerradas e o contrato para a venda 100 aviões F-35, suspenso.

Donald Trump que não tinha criticado a inicialmente a decisão turca de comprar os S-400, lamentou não obstante o facto de que a não venda de 100 F-35 à Turquia, é uma perda considerável para o construtor americano Lockheed Martin.

O contrato, para a aquisição dos F-35 pela Turquia, era de um montante de mil milhões de dólares norte-americanos. Todavia o mesmo poderia atingir posteriormente 9 mil milhões de dólares.

Ellen Lord, vice-ministra da Defesa dos Estados Unidos afirmou que a compra do sistema S-400 pela Turquia, é incompatível com as obrigações de Ancara para com a NATO.

A Turquia é o primeiro membro da NATO a prescindir dos equipamentos, dos sistemas integrados do bloco atlantista.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.