Acesso ao principal conteúdo
Ambiente /Angola

Angola: pelo menos 12 mortos em desabamento de mina

Garimpo de diamantes
Garimpo de diamantes Amnistía Internacional

Continuam as buscas no Município do Cambulo na província Angolana da Lunda norte, onde o desabamento de uma mina de diamantes provocou a morte a mais de 12 pessoas e 1 sobrevivente.Segundo autoridades,as mortes ocorreram na madrugada de sexta-feiira,na vila do Nzagi, numa zona onde habitualmente não existe a actividade de garimpo.

Publicidade

Pelo menos 12 garimpeiros de diamantes morreram na madrugada de sexta-feira em Cambulo, na Lunda Norte, na sequência do desabamento de uma mina. Entre os mortos figura uma mulher gràvida e a criança de 2 anos que transportava às suas costas.

O acidente ocorreu na sequência da descoberta de um diamante de grandes dimensões numa mina, que levou a populaçao a acorre em massa. O comandante da Polícia muncipal de Cambulo, Moisés Cahanda, sublinhou que na zona em que teve lugar o sinistro, habitualmente não há garimpo porque não existem diamantes.

 

Habitantes da vila do Nzagi, município de Cambulo, na província diamantífera da Lunda Norte, a 95 kms da cidade do Dundo, testemunharam que morreram pelo menos doze pessoas e uma sobreviveu ao desabamento da mina.

Segundo fontes locais o número de vitimas mortais poderia elevar-se a 15.

O administrador municipal do Cambulo, Silvestre Cheleca, confirmou a morte de um cidadão oeste-africano entre as vítimas. Cheleca realçou que esta tragédia ocorreu num local, onde nunca houve a prática de garimpo.

 

Com a colaboração de Daniel Fredereico, um dos nossos correspondentes em Angola.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.