Acesso ao principal conteúdo
Israel

Israel: Netanyahu voltou a falhar Governo

Benjamin Netanyahu voltou a falhar a formação de Governo e desistiu.
Benjamin Netanyahu voltou a falhar a formação de Governo e desistiu. REUTERS/Ronen Zvulun

Benjamin Netanyahu voltou a falhar a formação de Governo e desistiu. O primeiro-ministro israelita em funções admitiu não ter reunido as condições necessárias para formar executivo e devolveu o processo ao chefe de Estado, Reuven Rivlin.

Publicidade

Praticamente um mês depois de ter recebido o mandato para formar Governo, Benjamin Netanyahu desistiu. A Presidência israelita já avançou que irá encarregar Beny Gantz, líder da coligação centrista Azul e Branco de formar executivo num prazo de 28 dias.

Esta é a segunda que Netanyahu falha a formação de Governo. A primeira aconteceu em Maio, altura em que decidiu convocar um novo escrutínio por falta de apoios.

Nas eleições de Setembro, o Azul e Branco conseguiu 33 lugares e o Likud (a força política de Netanyahu) 32 parlamentares.

O anúncio de Netanyahu representa uma dura derrota para o ainda primeiro-ministro israelita, que tentava arduamente a sua manutenção no poder. Todavia, a situação de impasse político no país ainda está longe de estar resolvida. Benny Gantz tem agora pela frente as mesmas dificuldades de Netanyahu. O ex-comandante do Exército, que venceu as eleições de Setembro, não tem maioria no Parlamento e as possíveis alianças à esquerda não são suficientes para garantir os 61 parlamentares necessários para a formação de um Governo estável.

Caso Benny Gants falhe, o presidente do país, Reuven Rivlin poderá pedir à maioria dos deputados a indicação de um nome para primeiro-ministro ou partir para novas eleições, que seriam as terceiras desde Abril.

Benjamin Netanyahu, que foi primeiro-ministro durante 13 anos, acusou o seu principal rival, Benny Gants de ter bloqueado os seus esforços para a formação de um governo de união nacional. Desde a campanha eleitoral que Gantz garantiu que não governaria com Netanyahu, alvo da justiça por um caso de corrupção, além de o acusar de jogos políticos na tentativa de provocar novo sufrágio.

selfpromo.newsletter.titleselfpromo.newsletter.text

selfpromo.app.text

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.