Acesso ao principal conteúdo
Cultura/China

França: Emmanuel Macron inaugura Museu Pompidou de Xangai

O Presidente francês Emmanuel Macron, durante a  inauguração  do Centre Pompidou West Bund Museum em Xangai. 05 de Novembro  de 2019
O Presidente francês Emmanuel Macron, durante a inauguração do Centre Pompidou West Bund Museum em Xangai. 05 de Novembro de 2019 Reuters.

No âmbito da sua visita à China, o Presidente francês Emmanuel Macron congratulou-se pela abertura em Xangai da nova antena do conhecido Museu Pompidou de Paris. Segundo Macron, a abertura de um Museu Pompidou na China é mais um passo na consolidação da amizade entre os povos francês e chinês, baseada numa confiança recíproca.

Publicidade

Por ocasião da inauguração do Museu Pompidou de Xangai, o Presidente Emmanuel Macron, que efectua uma visita de Estado à China, destacou o papel da cultura como meio de aproximar os povos francês e chinês.

O chefe de Estado francês considerou durante o seu discurso, na primeira antena asiática do conhecido museu parisiense de arte moderna e contemporânea, que a aberta do Centro Cultural Pompidou em Xangai era mais um passo na consolidação das relações,entre a China,a França e a Europa, baseado nomeadamente na vontade de abertura das autoridades de Pequim, em relação ao mundo.

"Esta manhã com o presidente Xi Jinping nós demos um novo passo e vamos continuar a fazê-lo ainda hoje e amanhã em Pequim a consolidar esta relação de amizade à qual vocês dão vida...

E os gestos de abertura e a confiança recíproca. A cooperação cada vez mais segura entre a China e a França, entre Xangai e a França.

As nossas empresas e os projectos aqui realizados continuarão a beneficiar da escolha estratégica da China no que toca à abertura e da escolha estratégica, feita pela Europa e a França de prosseguir um diálogo exigente visando uma abertura equilibrada, assim como a resolução conjunta dos problemas mundiais".

(Emmanuel Macron)

Obra conceptualizada pelo arquitecto britânico David Chipperfield, o Centro Pompidou West Bund Museum Project de Xangai dispõe de um espaço de cerca de 25.000 m2 de exposição e de encontro para os visitantes.

O novo Museu Pompidou de Xangai está situado nas margens do Huangpu, rio que atravessa a imensa metrópole chinesa de 24 milhões de habitantes.

Durante a cerimónia de inauguração do Centre Pompidou West Bund Museum Project, Emmanuel Macron foi acompanhado pela sua esposa Brigittte, bem como pelo músico francês Jean-Michel Jarre, o pintor chinês Yan Pei-Ming e por Serge Lasvignes, presidente do Centro Pompidou de Paris.

O chefe de Estado francês, que prossegue a sua visita à China, foi recebido a jantar, pelo seu homólogo chinês Xi Jinping, no magnífico Jardim Yu, principal parque de Xangai e um espaço de dois hectares com 400 anos de história.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.