Acesso ao principal conteúdo
Vida em França

França atenta ao desfecho da crise política na Costa do Marfim

Áudio 10:58
Laurent Gbagbo, presidente cessante da Costa do Marfim com o socialista francês Henri Emmanuelli, na sua residência de Cocody em Abidjã, a 27 de Fevereiro de 2003.
Laurent Gbagbo, presidente cessante da Costa do Marfim com o socialista francês Henri Emmanuelli, na sua residência de Cocody em Abidjã, a 27 de Fevereiro de 2003. AFP

A antiga potência colonial tem mantido uma relação conturbada com a Costa do Marfim.O traumatismo do repatriamento de 15 000 franceses el 2004 continua muito presente nos espíritos.Já o partido socialista francês mantém laços tradicionais com a força política do presidente cessante, Laurent Gbagbo, membra da Internacional socialista.

Publicidade

Com os nossos dois convidados analisamos as relações franco-marfinenses...

Claude Guéant, o secretário geral do Palácio do Eliseu, na residência de Alassane Ouattara , Outubro de 2010
Claude Guéant, o secretário geral do Palácio do Eliseu, na residência de Alassane Ouattara , Outubro de 2010 RFI/Norbert Navarro

Rafael Lucas, professor universitário na faculdade de Bordéus III, no sudoeste da França, e Michel Cahen, director adjunto do Centro de estudos da África negra, nesta mesma cidade francesa, debruçam-se sobre a actual crise política neste gigante da África ocidental.

Um país confrontado com o cenário inédito de dois presidentes, Alassane Ouattara e Laurent Gbagbo.

Qual poderá ser o impacto das relações com a França do desfecho da crise marfinense ? Este o tema que vos propomos no magazine desta semana.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.