Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Qualidade do ensino básico criticado

RFI/Laurent Correau

O ministro da Educação de Moçambique, Zeferino Martins, afirmou esta Quarta-feira que as passagens por ciclos no ensino primário vão continuar, apesar de serem muito criticadas por terem alegadamente degradado o ensino do país.

Publicidade

Dados preliminares de uma pesquisa realizada em Março deste ano pelo Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil (CESC), revelam uma percepção generalizada da fraca qualidade do ensino.

Segundo o ministro moçambicano, não instituiu as passagens automáticas no ensino primário, como muitas correntes afirmam, pois os alunos sem as competências exigidas no final de cada ciclo reprovam, apesar de transitarem automaticamente nas classes de cada ciclo.

Mais explicações com o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.