Acesso ao principal conteúdo
Angola/cultura

Mbanza Kongo pode tornar-se património da Humanidade

Mbanza Kongo DR
Mbanza Kongo DR

A antiga capital do Reino do Congo, a cidade de Mbanza Kongo poderia ser elevada a património da Humanidade, conforme afirmaram peritos que sob a égide da UNESCO participaram numa missão naquela localidade.

Publicidade

No quadro da certificação de Mbanza Kongo como património cultural mundial, uma equipa de arqueólogo da Organização das Nações Unidas para a Ciência e a Cultura - UNESCO trabalhou na sede administrativa da Província do Zaire, no norte de Angola.

No âmbito do projecto "Mbanza Kongo - cidade a desenterrar para preservar", técnicos Angolanos e da UNESCO trabalharam durante duas semanas em Mbanza Kongo.

Durante as escavações, foi descoberta uma fossa com material arqueológico que data do Século XV, segundo a coordenadora do projecto, a arqueóloga Sónia Domingos.

O projecto foi lançado em 2007 pelo Ministério Angolano da Cultura. Formado no Século XIII, o Reino do Congo tinha seis províncias e ocupava parte dos actuais territórios de Angola, Congo Democrático, Congo-Brazzaville e Gabão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Faça o download da aplicação

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.